O sucesso profissional depende também da boa escrita

escrita

A comunicação escrita é uma ferramenta indispensável para qualquer profissional desempenhar bem seu papel na função que exerce. Porém, mesmo com excelente qualificação, muitos profissionais quando precisam se comunicar por meio da escrita tem grandes dificuldades que geram falhas de comunicação como os famosos: “não era bem isso que eu queria dizer”; provocando perda de tempo e retrabalho.

As dificuldades não são só consequência de erros de ortografia ou de concordância. A maior dificuldade é redigir uma carta, um e-mail ou preparar um relatório que contenham ideias claras e organizadas.

O texto empresarial não reflete apenas o trabalho de quem o redigiu, ele reflete toda a empresa. É por isso que uma carta, um e-mail ou um relatório mal escrito, mal formatado, sem clareza nem correção, por exemplo, representa uma empresa pouco confiável.

Daí a importância de se preocupar com a clareza, concisão e correção ao redigir em nome de uma empresa, a fim de evitar uma imagem negativa dela e sua como redator.

A consolidação do sucesso profissional é composta por uma série de fatores, e a comunicação escrita é um deles.

Para que você não tenha problemas com a comunicação escrita, vale a pena seguir algumas dicas:

Pense antes de escrever

Antes de começar a redigir uma carta, e-mail ou relatório, considere o que vai escrever e para quem vai escrever. Trace um “plano de voo”, pontue todos os temas que deseja abordar e a melhor maneira de apresentá-las. O texto deve primeiro nascer na cabeça do autor e depois ir para o papel ou tela.

Seja direto, corte as “gordurinhas”

Os textos que circulam no meio empresarial, normalmente, tem uma função prática, não sendo construídos para comover o leitor, nem para distraí-lo, mas para informá-lo a respeito de um tema ou dado específico. Por isso, use uma linguagem formal, correta do ponto de vista gramatical, mas direta, recorrendo as palavras do dia a dia, que facilitam a compreensão do leitor. Um texto longo, cheio de detalhes, desvia a atenção do leitor dos pontos mais importantes e não atinge seu real objetivo. Leia releia o documento que escreveu com olhos críticos e certifique-se que, cada frase utilizada, vai ao encontro daquilo que quer transmitir. Corte tudo aquilo que é desnecessário. Escrever bonito é importante. Mas na maioria das vezes a beleza está na simplicidade. Poupe o seu leitor. Seja simples.

Seriedade
Ao escrever um e-mail, carta ou relatório, tenha em mente que eles são documentos, ou seja, tudo que for escrito ficará registrado para todos os destinatários, portanto, o que estiver definido por meio dele está oficializado e pode até ser usado contra você.

Não use clichês, chavões ou frases feitas

Expressões que tiveram uso “fossilizado” e se tornaram chavões; demonstram falta de originalidade e empobrecem o texto. Frequentemente, essas expressões são encontradas em textos formais, pois ainda há quem pense que certos chavões são expressões características de textos empresariais. Ex.: “Venho por meio desta…”

Evite jargões

Não abuse no uso de jargões, principalmente se a expressão não é de domínio comum, ou não faz parte do vocabulário da pessoa ou do profissional para quem a comunicação será encaminhada. O uso de jargões são bem-vindos quando facilitam a comunicação, preenchem algum requisito técnico ou são totalmente necessários para compreensão da ideia em questão.

Não tropece nos erros de português

Mesmo que o conteúdo seja a parte mais importante, escrever corretamente demonstra profissionalismo e seriedade. Erros de português passam a impressão de descuido e desleixo. Faz parecer que não fomos atentos e cuidadosos o suficiente para elaborar a mensagem.

Leia e releia o que escreveu

A linguagem escrita deve ser mais clara e correta, pois não permite correções no momento da leitura, como ocorre com a fala. Por isso, é fundamental ler e reler seus textos antes de enviá-los. Se possível, aguarde um tempo antes de remeter a mensagem e revise-a antes de passá-la adiante. Ou ainda peça a um colega para revisar o texto, principalmente se ele (o texto) for importante.

Pratique todos os dias

Escrever é um dom. E os dons melhoram com a prática. Leia, diariamente, livros ou documentos bem escritos, e esteja atento às escolhas de palavras e à estrutura das frases. Aprimore sua gramática e, mais importante ainda, arranje tempo na sua agenda para edição e revisão de textos e documentos.

Melhore seu poder de comunicação!.

Agora que você já conheceu algumas dicas para melhorar sua comunicação escrita, que tal conhecer a Série Comunicação é Tudo!  Nela você vai encontrar dicas e orientações práticas para uma comunicação eficaz. Lembre-se: Bons escritores empresariais se destacam na carreira.

Comunicação empresarial escrita são temas do ebook 2 e 3 da série.

Vale à pena conferir!

#VamosKickar

 

banner-lancamento

 

Gostou? Então compartilhe!